Notícias
  12/05/2016 às 12h40

Suspeito de atirar em filha de policial durante tentativa de assalto é preso na Serra


Suspeito de atirar em filha de policial durante tentativa de assalto é preso na Serra

Um homem suspeito de atirar na filha de um subtenente durante uma tentativa de assalto na semana passada foi preso na noite da última quarta-feira (11), na Serra.

A jovem esperava pelo pai, um subtenente reformado da Polícia Militar, na porta de casa, quando homens armados chegaram com o objetivo de roubar o carro dele. Weberson, que também é conhecido como ‘caveirinha’, foi preso na última quarta-feira.

A suspeita é de que Weberson da Silva Rosa faça parte de uma quadrilha especializada em roubo de carros e lojas. O rapaz é suspeito também de ser o autor do disparo que feriu Paula Stange Ribeiro, de 26 anos.

O sargento Braga afirma que Weberson faz parte de uma quadrilha especializada em roubos. No mês passado, eles teriam roubado o carro usado no crime. “Logo após o roubo eles prosseguiram para Chácara Parreiral e na tentativa de roubo, eles covardemente atiraram contra ela”, disse.

Um dia após o crime, uma mulher foi detida. A suspeita era de que um dos carros da quadrilha estivesse escondido na casa dela, na região conhecida como Paredão, na Serra. A mulher acabou detida porque tinha drogas em casa, mas nenhum veículo foi encontrado.

Na manhã da última quarta-feira os policiais militares receberam informações de que o carro estava escondido em um bairro da Serra. A polícia fez buscas, localizou o veículo, mas Weberson teve tempo de tentar fugir. Houve perseguição pelas ruas do bairro, mas o suspeito acabou batendo em um buraco e a polícia conseguiu alcançá-lo. De lá, os militares foram até a casa dele.

Luana Oliveira Pinto. De 19 anos e Saiury Matos dos Reis, de 21, estavam dentro casa. Lá a polícia encontrou uma pistola, armas falsas, dinheiro e materiais que, segundo os policiais, foram roubados de uma loja de jogos eletrônicos. Luana e Saiury disseram à polícia que seriam responsáveis apenas por guardar o material roubado e apontaram Weberson como o autor do disparo que feriu Paula. "Ele nega parcialmente, mas as evidências e as imagens levam a gente a confirmar que foi ele e as duas jovens que fazem parte da quadrilha afirmaram que ele efetuou o disparo", disse o sargento Braga. 

 

Fonte: Folha Vitória

Foto: Reprodução

sombra

Promoções
sombra

Artista em Destaque

251
36

Amigos da Super