Notícias
  28/10/2019 às 17h43

Médicos são ameaçados de morte por não conseguir salvar traficantes


0
0
Médicos são ameaçados de morte por não conseguir salvar traficantes

Por não conseguirem salvar a vida de criminosos que chegam baleados às emergências de hospitais da Grande Vitória, médicos sofrem represálias e ameaças de morte de cúmplices dos bandidos. Há relato de profissional que precisou ser escoltado pela Polícia Militar, após a morte de traficante na sala de cirurgia.

A reportagem de A Tribuna ouviu histórias de diversos médicos que lidam com a violência diariamente em unidades de saúde, pronto atendimentos e hospitais. Um deles é o cirurgião geral Rogério Luiz da Silva. Ele revelou que viveu um dos piores momentos de sua carreira em um hospital estadual na região metropolitana.

“Um traficante foi baleado e deu entrada no hospital. Porém, ele morreu no final da cirurgia. A equipe médica deu a notícia da morte aos acompanhantes dele, que estavam na recepção. Então, eles começaram a fazer ameaças de morte e sacaram arma. Falaram que iam matar o médico e a PM foi acionada. Isso já faz um tempo”, declarou Rogério.

Diante da ameaça, os policiais foram até o hospital e os criminosos fugiram. Rogério precisou ser escoltado pelos PMs.

+ Siga a rádio FM Super também pelo Facebook e pelo Instagram.

“Nunca passou pela cabeça desistir”

Ele não foi o único médico que relatou ser intimidado por cúmplices de bandidos baleados. Um cirurgião de 47 anos, que pediu para não ser identificado, também já foi ameaçado após perder um paciente.

“Era um criminoso baleado. Ele não resistiu à cirurgia. Depois, ouvimos uma conversa de que os amigos dele estavam ameaçando o médico. Não ouvi diretamente a ameaça, mas fiquei com medo. Saí do hospital pelos fundos e, por um tempo, fiquei inseguro para ir trabalhar”, frisou o médico.

Há casos em que a ameaça acontece durante o atendimento hospitalar, segundo o médico Otto Baptista, presidente do Sindicato dos Médicos do Espírito Santo (Simes) e vice-presidente da Federação Nacional dos Médicos (Fenam).

“O que mais acontece é cúmplice levando criminoso ao hospital. Muitos médicos ouvem ameaças como 'doutor, salva aí nosso amigo, senão, vai sobrar para o senhor'. Às vezes, os bandidos vão com armas por dentro da bermuda e deixam à mostra, para intimidar”, contou.

Por Tribuna Online

Link da matéria original:
https://tribunaonline.com.br/medicos-sao-ameacados-de-morte-por-nao-conseguir-salvar-traficantes

sombra

Promoções
sombra

Artista em Destaque

308
45

Amigos da Super