Notícias
  10/01/2019 às 9h50

Cantor sertanejo é vítima de golpe em Vitória


0
3
Cantor sertanejo é vítima de golpe em Vitória

O cantor sertanejo Jads, da dupla Jads&Jadson, foi vítima do golpe do “boa noite cinderela” e perdeu R$ 300 mil em joias ao parar para beber em um bar no Triângulo das Bermudas, na Praia do Canto, em Vitória. Três suspeitos foram presos no Aeroporto de Vitória, na noite da última terça-feira (08), e três objetos roubados foram recuperadas. O dono de uma joalheria também foi detido pela Polícia Civil.

Segundo o delegado Henrique Vidigal, titular da Delegacia Especializada de Segurança Patrimonial (DSP), a dupla sertaneja fez um show no Estado no dia 27 de outubro e, no dia seguinte, Jads saiu do hotel e foi a um bar, onde conheceu dois capixabas.

“Eles passaram a beber juntos e foram de um bar para outro. Aparentemente, foi ministrada à vítima alguma tipo de substância entorpecente que a deixou desacordada. Depois disso, o cantor só se recorda de ter acordado em uma residência no Centro de Vitória”, descreveu o delegado.

Porém, ao acordar, Jads percebeu que faltava a carteira, uma pulseira de ouro, um relógio e um cordão de ouro, avaliados em R$ 300 mil. “O cantor chegou a questionar aos suspeitos, mas ao perceber que era minoria, deixou o local e registrou a ocorrência”, explicou Vidigal.
Um dos envolvidos no roubo, segundo a Polícia Civil, é Ramon Colli Oliveira, 33, que será indiciado por roubo. Nas redes sociais, ele aparece em fotos exibindo o cordão de Jads pendurado no pescoço.

EXTORSÃO

Segundo a polícia, 15 dias após o furto, um amigo de Ramon, Pablo Coutinho Rangel, 39, entrou em contato por telefone com o sertanejo, alegando ser sargento da Polícia Militar e exigindo uma quantia de R$ 50 mil para entregar o cordão do cantor de volta.“Como a joia possui um valor sentimental para a vítima, pois é um cordão ele tem há mais de 30 anos, ele cogitou pagar o valor. Porém, com medo de que algo pior acontecesse quando encontrasse essas pessoas, ele procurou a delegacia e comunicou o encontro marcado na noite de terça-feira”, contou Vidigal.

Os policiais chegaram ao aeroporto e se infiltraram entre os passageiros até que o cantor confirmassem que os suspeitos estavam no local. Os policiais fizeram a abordagem aos três suspeitos e os detiveram.

Um dos presos é Pablo, o responsável pela extorsão ao cantor pelo telefone. Ele usava o relógio roubado no braço. Também estava no local o agiota Mário Luiz Rodrigues, 50, que exibia no pulso a pulseira roubada de Jads. Mário foi quem apresentou Pablo - amigo de Ramon, quem roubou as joias - para Thiago Domingos Magnago, 23, filho do dono de uma joalheria. Os três tinham ido ao local para buscar a quantia da extorsão.

Thiago estava acompanhado de um segurança particular, que carregava no bolso o cordão de ouro do cantor. No entanto, a polícia não encontrou indícios de envolvimento do profissional no esquema e ele foi liberado. 

+ Siga a rádio FM Super também pelo Facebook e pelo Instagram.

JOIAS PENHORADAS NO CENTRO DE VITÓRIA

A Polícia Civil também esteve na joalheria do pai de Thiago Domingos Magnago, no Centro, onde encontrou 800 gramas de ouro (em forma brincos e outras peças) e mais 750 alianças de ouro. NO material foi apreendido pois não foi apresentada qualquer nota fiscal que comprovasse a compra lícita dos produtos.

O proprietário da joalheria e pai de Thiago, o comerciante Joel Magnago, 61 anos, também foi preso por receptação qualificada no exercício da atividade comercial, além do crime de penhor ilegal.

“As joias do sertanejo roubadas por Ramon foram penhoradas na joalheria. Ramon recebeu R$ 23 mil pelo cordão e R$ 5 mil pela pulseira”, explicou o delegado Henrique Vidigal.

Os três detidos no aeroporto e o dono da joalheria foram autuados em flagrante e disponibilizados para a Justiça. As joias do cantor foram recuperadas serão devolvidas. A Polícia Civil informou que apesar do encontro no aeroporto ter sido marcado pelo cantor, ele não chegou a vir ao Estado com receio do que pudesse acontecer.

ORIENTAÇÕES

O delegado Henrique Vidigal fez orientações para quem vítimas de roubo em que criminosos pedem “resgate” do objeto. “O ideal é não ceder à chantagem, não fazer nenhum tipo de transferência bancária ou mesmo ir ao encontro dos suspeitos. Mesmo que seja um bem estimado, procure a polícia ou converse com um familiar mais próximo para ajudar a ir até uma autoridade policial”, afirmou Vidigal.

Por: Gazeta Online

Link da matéria original: Cantor sertanejo é vítima de golpe e perde R$ 300 mil em joias em Vitória

 

Tags
sombra

Promoções
sombra

Artista em Destaque

311
39

Amigos da Super