Notícias
  08/02/2019 às 10h18

Preso suspeito de matar amigo de infância por causa de mulher na Serra


0
4
Preso suspeito de matar amigo de infância por causa de mulher na Serra

Dois suspeitos de envolvimento em homicídios foram presos na Serra em menos de 24 horas. Um deles, segundo a polícia, matou um amigo de infância porque a vítima teria mexido com a mulher dele. Já o outro é acusado de participar de pelo menos cinco assassinatos e era considerado um dos três criminosos mais procurados do município.

O primeiro a ser detido foi João Marcos Santos Francisco, de 21 anos, que confessou ter matado seu amigo de infância, Deilson Rocha Meira, de 23 anos, na noite do último domingo (03), na porta da casa da vítima, em Jardim Carapina, na Serra.

Segundo a polícia, no dia do crime João chegou à casa de Deilson, acompanhado de Lucas Silva de Oliveira, de 18 anos, e chamou a vítima na porta. Deilson assistia TV com a esposa, no momento em que os criminosos chegaram. "Chegando ao local, ambos adentraram a residência da vítima, chamaram ela, começaram a conversar no quintal e essa conversa evoluiu para uma luta corporal. Foi efetuado um disparo pelo João Marcos ainda no quintal. A vítima foi alvejada, conseguiu correr pela rua, na frente de familiares e de toda a população que estava ali no local na hora, tentou entrar em um bar, porém o bar estava fechado. O João Marcos conseguiu alcançar a vítima e, à queima-roupa, efetuou um disparo no rosto", contou o titular da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) da Serra, delegado Rodrigo Sandi Mori.

Deilson era casado, pai de dois filhos e sua esposa está grávida do terceiro. Além disso, trabalhava com o pai e não tinha antecedentes criminais. De acordo com as investigações, o motivo do assassinato foi uma traição cometida pela vítima contra João Marcos.

Duas versões sobre essa suposta traição estão sendo investigadas pela polícia. A primeira foi apresentada pelo próprio João Marcos que, após ser preso, disse aos policiais que, na madrugada de domingo, enquanto não estava em casa, Deilson teria ido até a residência do suspeito e molestado sua esposa, que estava sozinha em casa. João disse que, quando voltou, ela lhe contou o que havia acontecido e ele decidiu acertar as contas.

+ Siga a rádio FM Super também pelo Facebook e pelo Instagram.

No entanto, outras pessoas ouvidas pela Polícia Civil contam que Deilson a esposa de João já tinham um relacionamento extraconjugal, que foi descoberto. A esposa de João Marcos ainda não foi encontrada pela polícia para explicar o que de fato aconteceu.

João e a esposa também moram em Jardim Carapina e saíram de casa logo depois do assassinato. Ele foi localizado na tarde de quarta-feira (06) nas proximidades do bairro Belvedere.

"O objetivo principal da nossa investigação foi dois: primeiro retirar esses indivíduos de circulação e também evitar que outros dois homicídios ocorressem naquela localidade, haja vista que, posteriormente ao crime, traficantes daquela localidade teriam invadido a residência do João Marcos atrás dele para acertar as contas por causa desse homicídio", frisou Sandi Mori..

O outro preso pela equipe da DHPP da Serra foi Vágner Antônio de Jesus, de 31 anos, considerado o terceiro homicida mais procurado da Serra. Segundo a polícia, ele possui uma ficha criminal extensa, que inclui duas condenações por tráfico de drogas e cinco homicídios. Além disso, ele teria fugido, em 2016, da Casa de Custódia de Vila Velha, onde cumpria pena no regime semiaberto.

"Ele tem duas condenações por tráfico, uma por homicídio e se evadiu do sistema penitenciário no dia 30 de dezembro de 2016. Cerca de um mês depois, no período de greve da PM, executou um desafeto e também acertou duas pessoas inocentes, que não tinham nada a ver com a história. Uma delas, que tinha saído de casa para comprar um refrigerante, morreu no local e a outra foi alvejada também, porém sobreviveu à ação. Além das três condenações, ele já responde a ações penais por dois homicídios aqui na Serra e é investigado também em mais dois homicídios, um como executor e o outro como mandante", afirmou Sandi Mori.

Foragido do sistema prisional e com mandados de prisão em aberto, Vágner acabou preso na manhã desta quinta-feira (07), na casa onde se escondia, em Vista da Serra I. Dentro da casa, a polícia encontrou uma pistola carregada.

Por: Folha Vitória

Link da matéria original: https://www.folhavitoria.com.br/policia/noticia/02/2019/preso-suspeito-de-matar-amigo-de-infancia-por-causa-de-mulher-na-serra

Tags

Compartilhe:
sombra

Promoções
sombra

Artista em Destaque

119
9

Amigos da Super