Notícias
  09/04/2015 às 14h56

Esperar a maré passar, diz Hudson após audiência sobre posse de armas


Esperar a maré passar, diz Hudson após audiência sobre posse de armas

Ao deixar o Fórum de Limeira (SP) na tarde de ontem, o cantor Udson Cadorini Silva, de 40 anos, da dupla Edson & Hudson, afirmou que espera a "maré ruim passar". Ele compareceu à segunda audiência do processo que responde por posse ilegal de armas, já que em março deste ano foi preso duas vezes no mesmo dia pelas irregularidades. Testemunhas indicadas pela defesa também foram ouvidas. Na primeira audiência sobre o caso, em agosto deste ano, o sertanejo e as suas quatro testemunhas não compareceram.
Hudson responde a dois processos sobre o episódio. Um pela segunda prisão ocorrida no dia 20 de março, motivada pela localização de armas sem registro e munições proibidas na casa do sertanejo. Horas antes, ele também havia sido preso por estar com duas armas, soco-inglês e faca de cozinha dentro do carro e perto da casa da ex-mulher . Neste caso, o cantor responde ao processo por porte ilegal de armas. Na época, após a segunda prisão, o sertanejo ficou três dias na penitenciária, mas foi liberado pela Justiça.

"Estou aqui hoje para cumprir meu dever com a Justiça. Se eu for chamado novamente, voltarei a comparecer. Agora a gente tem que esperar essa maré ruim passar", afirmou o cantor, logo após audiência com o juiz Rogério Danna Chaid, que conduz o processo.

Segundo o advogado Manuel dos Reis Andrade Neto, o cantor foi ao Fórum apenas para dar sua versão dos fatos. Neto não disse quem são as testemunhas que depuseram a favor de Hudson e o que foi dito por elas e pelo cantor na audiência. "Foram apenas oitivas. A sentença deve sair nos próximos dias, mas não vamos divulgar detalhes para não atrapalhar", afirmou o advogado.

 

Fonte: G1


Compartilhe:
sombra

Promoções
sombra

Artista em Destaque

40
2

Amigos da Super